Monitoramento e Avaliação

A estruturação do sistema brasileiro de proteção social tem sido marcada por uma combinação virtuosa do fortalecimento de políticas sociais de natureza universal – garantindo direitos nas áreas de educação, saúde, trabalho e assistência social – e da criação e expansão das políticas de desenvolvimento social de cunho redistributivo, como o Programa Bolsa Família.

Essa ampliação do escopo e da escala das políticas sociais no Brasil vem tornando a gestão de programas e serviços públicos mais complexa e mais profissionalizada, requerendo a incorporação de mais informação e conhecimento nos processos decisórios e operacionais.

Dimensionar públicos-alvo, conhecer suas características, desenhar programas e serviços para mitigar problemas sociais específicos, monitorar a implementação e avaliar os resultados são algumas das atividades que requerem estatísticas abrangentes, registros administrativos confiáveis e estudos avaliativos mais especializados.

Os sistemas de Monitoramento e Avaliação (M&A) ajudam a promover melhorias nos programas sociais, mas são diferentes. No monitoramento, o gestor está acompanhando o desenvolvimento das atividades, e o objetivo é produzir e analisar informações sobre os processos a fim de melhorá-los. Na avaliação, o gestor está preocupado com os impactos do programa.

Conheça nossos materiais sobre o M&A: A experiência da Sagi, Monitoramento e sua importância para a gestão de políticas sociais e Como se faz no Brasil.

Confira também nossas publicações sobre Gestão da Informação: Desafios, A ferramenta de Consulta, Seleção e Extração de Informações do Cadastro Único (Cecad), A construção do Mapa da Pobreza e do Mapa de Oportunidades e Serviços Públicos e o Censo do Sistema Único de Assistência Social (Censo Suas).

O conteúdo mencionado acima também pode ser encontrado em Publicações.